OMS acompanha dezenas de casos de hepatite infantil de origem desconhecida

A organização adianta que os especialistas excluíram qualquer ligação com as vacinas contra a Covid 19.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) está a acompanhar um possível surto de um tipo desconhecido de hepatite que está a afetar crianças em Espanha e no Reino Unido.

Os primeiros casos foram detetados na Escócia, no início do mês, e em todo o Reino Unido já foram identificados 77 casos. A OMS antecipa novos diagnósticos nos próximos dias.

Em comunicado, a organização diz que a infeção afetou sobretudo crianças com menos de 10 anos e os sintomas incluíam icterícia, diarreia, vómitos e dores abdominais.

Em seis doentes houve a necessidade de transplante de fígado.

A OMS adianta também que os especialistas excluíram qualquer ligação com as vacinas contra a Covid 19, que não foram administradas a nenhum dos casos confirmados no Reino Unido.>

Esta quinta-feira, a Direção-Geral da Saúde (DGS) garantiu à TSF estar vigilante, mas assegura que não foi detetada qualquer infeção semelhante às verificadas em Espanha e no Reino Unido.

O Centro Europeu de Prevenção e Controlo das Doenças (ECDC) diz que nenhum dos vírus que costumam causar hepatite A, B, C, D e E foi nas crianças diagnosticadas com a doença.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de