Ônibus 693 gera amigos para a vida e até um casamento

Ideia de criar um grupo na aplicação do Whatsapp dos passageiros mais frequentes de um autocarro do Rio de Janeiro juntou o útil ao agradável. E até mudou algumas vidas

Andar de autocarro dificilmente será agradável por causa do trânsito, da falta de espaço, da agitação constante do veículo e até de eventuais assédios ou assaltos a que os passageiros estão sujeitos.

Ora a linha 693, que liga o Méier, na zona norte do Rio de Janeiro, à Barra da Tijuca, na zona oeste, é particularmente desgastante.

Vai daí, os seus frequentadores criaram um grupo de Whatsapp que se revelou um sucesso. Lá, avisam se o autocarro está a chegar, alertam as empresas donas dos veículos para avarias no ar condicionado e partilham informações de trânsito.

Além disso, no grupo de 60 pessoas, como em quase todos os grupos do aplicativo, há espaço para piadas, memes, etc.

Em vez de passarem umas horas chateados pela desagradável experiência de enfrentar o trânsito, da falta de espaço, da agitação constante do veículo, etc., os passageiros mais frequentes da linha 693 agora sentem-se entre amigos, amigos para a vida nalguns casos.

Nasceram muitas amizades e até um casamento, de Lucas e Priscilla, que se conheceram algures do Engenho de Dentro, onde apanhavam o 693, à Barra da Tijuca, onde desembarcavam.

A boda foi, claro, no ônibus 693 e os convidados tiveram todos direito a um bilhete único oferecido pelos noivos.

"O 693 mudou a minha vida", disse Priscilla ao jornal Folha de S. Paulo.

O correspondente da TSF no Brasil, João Almeida Moreira, assina todas as quintas-feiras no site da TSF a crónica Acontece no Brasil.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de

Outros Artigos Recomendados