OPEP+ defende que redução da produção de petróleo é "necessária e correta"

Aliança lembra que esta decisão se prende com "questões de mercado".

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo e os seus aliados (OPEP+) decidiu este domingo continuar a aplicar um corte na produção de petróleo em 2023, uma medida que defendeu ser "necessária e correta".

Em comunicado, a aliança, que integra a Rússia, reiterou que a redução da produção para dois milhões de barris diários, que foi anunciada em 05 de outubro, é uma medida "necessária e correta", lembrando que esta decisão se prende com "questões de mercado".

Os ministros com a pasta da Energia dos 23 países que compõem a OPEP+ agendaram também uma conferência para 04 de junho de 2023.

Ainda assim, manifestaram a sua disponibilidade para, se necessário, adotarem "medidas adicionais imediatas".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de