Pandemia de Covid-19 já causou 395.977 mortos em todo o mundo

Quase três milhões de pessoas já foram consideradas curadas.

A pandemia de Covid-19 já causou pelos menos 395.977 mortos em todo o mundo desde que o coronavírus foi detetado na China em dezembro, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Até às 12h00 (de Lisboa), foram diagnosticados mais de 6.782.890 casos de infeção em 196 países e territórios, dos quais pelo menos 2.943.700 foram considerados curados.

Os Estados Unidos, que decretaram a primeira morte por Covid-19 no início de fevereiro, continuam a liderar a tabela dos países mais afetados, tanto em número de casos (1.897.838), como de mortes (109.143). O país regista 491.706 pessoas recuperadas.

Aos Estados Unidos seguem-se Reino Unido (40.261 mortos, 283.311 casos), o Brasil (35.026 mortos, 645.771 casos), Itália (33.774 mortos, 234.531 casos) e França (29.111 mortos, 190.052 casos).

A China, onde o vírus foi identificado pela primeira vez, declara oficialmente 83.030 casos (apenas três novos entre sexta-feira e hoje), dos quais 4.634 mortos e 78.329 recuperados.

A Europa totaliza, às 12:00 de hoje, 182.708 mortos e 2.248.511 casos; a América do Norte (Estados Unidos e Canadá) contabiliza 116.894 mortes e 1.992.165 casos; América Latina e Caribe regista 62.458 mortos e 1.245.077 casos; a Ásia apresenta 18.636 mortes e 652.812 casos; o Médio Oriente declara 10.248 mortos e 458.222 casos; África identifica 4.902 mortos e 177.477 casos; e Oceânia conta com 131 mortos e 8.632 casos.

Portugal contabiliza pelo menos 1.465 mortos associados à Covid-19 e 33.969 casos confirmados de infeção, segundo o último boletim diário da Direção-Geral da Saúde (DGS), que será atualizado hoje.

O balanço feito pela AFP baseia-se em dados das autoridades nacionais e da Organização Mundial da Saúde.

Porém, assinala a AFP, o número de casos reflete apenas uma fração da realidade, pois alguns países testam apenas os casos graves, outros traçam prioridades de rastreio e outros ainda, os mais desfavorecidos, têm capacidades limitadas de despiste.

LEIA AQUI TUDO SOBRE O NOVO CORONAVÍRUS

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de