Papa Francisco apela a consenso global sobre o combate às alterações climáticas

O Papa sublinhou que o combate às alterações climáticas representa uma "exigente mudança de rumo".

O Papa Francisco apelou hoje a um rápido consenso sobre o combate às alterações climáticas, pedindo aos legisladores de todo o mundo que ultrapassem a barreira da política partidária".

"Para enfrentar este desafio todos têm um papel a desempenhar", afirmou, dirigindo-se aos parlamentares que se encontram em Roma para uma reunião preparatória da conferência anual sobre o clima (COP26), que terá lugar em 31 de outubro em Glasgow, na Escócia.

O Papa sublinhou que o combate às alterações climáticas representa uma "exigente mudança de rumo", para o qual será necessário "uma grande sabedoria, previsão e preocupação com o bem comum".

"Devemos isto aos jovens, às gerações futuras", afirmou.

Francisco manifestou a esperança de que os legisladores que participam nesta conferência na Escócia "sejam iluminados pelos princípios da responsabilidade e solidariedade".

Antes do seu discurso, o Papa esteve reunido com a presidente da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos, Nancy Pelosi.

O Papa Francisco declarou numa entrevista recente que pretendia participar na próxima conferência das Nações Unidas sobre o clima, mas o Vaticano indicou na sexta-feira que não iria comparecer e que seria representado pelo secretário de Estado, o cardeal Pietro Parolin.

O Vaticano não deu nenhuma explicação para a não comparência de Francisco, sabendo-se apenas que o Papa tinha sido sujeito em julho a uma cirurgia aos intestinos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de