Para ver se a gente se entende. Candidato que não estiver a falar vai ter microfone desligado no debate Trump-Biden

A comissão norte-americana responsável pelos debates presidenciais decidiu alterar as regras, para evitar que se repita o caos do último encontro entre Trump e Biden.

Os candidatos à presidência dos Estados Unidos da América (EUA), Donald Trump e Joe Biden, vão ter os microfones desligados durante parte do próximo debate eleitoral, para garantir que respeitam os tempos de resposta um do outro. A decisão foi anunciada esta segunda-feira pela Comissão para os Debates Presidenciais.

Esta medida surge depois de o último debate entre o republicano Donald Trump e o democrata Joe Biden ter sido fortemente criticado pelo facto de os candidatos - maioritariamente, o atual Presidente norte-americano - estarem constantemente a interromper-se e não deixarem o adversário terminar as suas frases, gerando o caos.

A comissão norte-americana responsável pelos debates presidenciais esteve reunida esta segunda-feira e decidiu alterar as regras para o próximo debate entre os candidatos. Desta vez, no início de cada uma das seis partes do debate, cada candidato terá dois minutos para responder a uma questão inicial, momento durante o qual o seu opositor terá o microfone desligado.

"Eu vou participar, mas acho que é muito injusto", atirou o Presidente Donald Trump, quando questionado pelos jornalistas sobre esta mudança.

O diretor de comunicação da campanha de Trump, Tim Murtaugh, já veio acusar a Comissão para os Debates Presidenciais de procurar favorecer Biden, afirmando que esta está a "tentar conseguir vantagem para o seu candidato preferido".

"Nenhuma campanha estará totalmente satisfeita com as medidas anunciadas. Uns pensarão que estamos a ir demasiado longe, outros pensarão que não estamos a ir longe o suficiente. Estamos confiantes que esta ação permitirá o balanço certo e que é do melhor interesse do povo americano, para quem estes debates são dirigidos", respondeu a Comissão para os Debates Presidenciais, num comunicado citado pela CNN.

"A Comissão espera que, durante os tempos de discussão aberta, os candidatos respeitem o tempo de cada um, permitindo um discurso civilizado, para benefício dos espectadores", acrescenta ainda o comunicado.

O segundo debate entre os dois candidatos foi, previamente, cancelado, depois de Trump ter recusado participar num confronto virtual, após ter sido diagnosticado com Covid-19.

O próximo debate presidencial entre o candidato do Partido Republicano, o atual Presidente Donald Trump, e o candidato do Partido Democrata, o antigo vice-Presidente Joe Biden, está marcado para a próxima quinta-feira.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de