Pedro Sánchez anuncia reabertura da embaixada espanhola em Kiev

Decisão responde "ao compromisso do seu Governo e da sociedade espanhola para com o povo ucraniano", afirma o primeiro-ministro espanhol.

O primeiro-ministro espanhol, Pedro Sánchez, anunciou esta segunda-feira que o Governo pretende reabrir a embaixada espanhola na capital ucraniana "dentro de poucos dias".

O chefe do executivo também sublinhou numa entrevista à rádio espanhola Antena 3 que esta decisão responde "ao compromisso do seu Governo e da sociedade espanhola para com o povo ucraniano.

A Espanha encerrou a sua embaixada em Kiev como resultado da escalada de violência que se seguiu à invasão russa da Ucrânia e depois de ter evacuado os residentes espanhóis nesse país que o solicitaram.

A Rússia lançou em 24 de fevereiro uma ofensiva militar na Ucrânia que já matou quase dois mil civis, segundo dados da ONU, que alerta para a probabilidade de o número real ser muito maior.

A guerra causou a fuga de mais de 11 milhões de pessoas, mais de 5 milhões das quais para os países vizinhos.

Esta invasão russa foi condenada pela generalidade da comunidade internacional, que respondeu com o envio de armamento para a Ucrânia e o reforço de sanções económicas e políticas a Moscovo.

ACOMPANHE AQUI TUDO SOBRE A GUERRA NA UCRÂNIA

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de