Pelo menos 23 mortos em ataque suicida a centro de estudantes em Cabul

O centro acolhia estudantes em preparação para os exames de admissão às universidades do Afeganistão.

Pelo menos 23 pessoas morreram num um atentado suicida na manhã de hoje, num centro educacional numa zona xiita da capital do Afeganistão, Cabul, disse um porta-voz da polícia.

"Os alunos estavam a preparar-se para um exame quando um homem se fez explodir neste centro educacional", disse o porta-voz da polícia afegã, Khalid Zadran.

Segundo o Ministério do Interior, o centro acolhia estudantes em preparação para os exames de admissão às universidades do Afeganistão.

"Atacar alvos civis prova a crueldade desumana do inimigo e a falta de padrões morais", disse o porta-voz do Ministério do Interior, Abdul Nafy Takor.

Vídeos publicados nas redes sociais e fotos divulgados pela imprensa local mostram vítimas ensanguentadas a serem retiradas do local da explosão.

Em 20 de abril, pelo menos seis pessoas morreram e 24 ficaram feridas em duas explosões que atingiram uma escola para meninos também em Dasht-e-Barchi, um distrito na zona oeste da capital cujos residentes são maioritariamente da minoria étnica hazara.

Dasht-e-Barchi foi atingido nos últimos anos e desde o regresso ao poder dos talibãs por vários ataques reivindicados pelo braço regional do grupo Estado Islâmico, que considera os hazaras hereges por seguirem o ramo xiita da religião muçulmana.

Em maio de 2021, uma série de explosões também ocorreu em frente a uma escola para meninas no mesmo distrito, matando 85 pessoas, principalmente jovens estudantes, e ferindo mais de 300.

Notícia atualizada às 11h29

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de