Pelo menos oito mortos e 11 feridos em ataque no Paquistão

No ataque, quatro soldados do Corpo de Fronteira morreram e "seis ficaram feridos".

Pelo menos oito pessoas morreram, incluindo quatro soldados, e 11 ficaram feridas num ataque de rebeldes contra um posto militar em Quetta, no sudoeste do Paquistão, anunciou esta terça-feira o exército paquistanês.

O tiroteio ocorreu na segunda-feira à noite na zona de Pir Ismalil Ziarat, na província do Baluchistão, quando um grupo rebelde atacou um posto do Corpo de Fronteira, indicou.

No ataque, quatro soldados do Corpo de Fronteira morreram e "seis ficaram feridos", de acordo com um comunicado do gabinete de comunicação do Exército Paquistanês.

Os militares acrescentaram que quatro a cinco atacantes foram mortos no ataque e entre sete a oito ficaram feridos.

Também na segunda-feira, dois soldados ficaram feridos quando o veículo em que viajavam foi atingido por um explosivo, no distrito de Turbat, perto da fronteira iraniana, também no Baluchistão.

O exército paquistanês não indicou que grupo ou organizações terroristas foram responsáveis pelos dois ataques.

O Baluchistão é uma das regiões mais conturbadas do Paquistão, com a presença de grupos separatistas armados, fações talibãs e grupos extremistas.

No final de abril, cinco pessoas morreram e 15 ficaram feridas num hotel de luxo em Quetta, num ataque suicida dos talibãs contra o embaixador chinês no Paquistão, que não estava presente na altura da explosão.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de