Polícia da Nova Zelândia passa a ter uniforme com hijab

As mulheres muçulmanas que decidam fazer carreira nas forças de segurança na Nova Zelândia já podem usar o hijab no uniforme.

A polícia da Nova Zelândia vai passar a incluir o hijab no seu uniforme oficial. A partir de agora, as agentes da polícia neozelandesa passam a ter a opção de usar o hijab para cobrir a cabeça em serviço.

De acordo com os representantes da Polícia da Nova Zelândia, citada pela BBC News, o objetivo da medida é tornar a polícia mais "inclusiva" e fazer com que esta reflita a "diversidade" do país.

Constable Zeena Ali, uma nova recruta da polícia neozelandesa, vai ser a primeira agente de segurança no país a usar o hijab oficial e foi convidada a participar no processo de conceção da peça, que vinha a ser desenvolvido desde 2018.

Zeena Ali conta que decidiu juntar-se à polícia após o ataque terrorista contra mesquitas em Christchurch, em março do ano passado. "Apercebi-me de que eram necessárias mais mulheres muçulmanas na polícia, para ajudar as pessoas", confessa.

Agora, enquanto membro das forças de segurança, a agente diz ser "ótimo poder sair à rua e mostrar o hijab policial". "Acho que, ao vê-lo, mais mulheres muçulmanas vão querer juntar-se à polícia também", afirma.

A Nova Zelândia não é o primeiro país do mundo a incluir o hijab nos uniformes policiais. Desde 2006 que a Polícia Metropolitana de Londres oferece a opção do hijab nos seus uniformes, assim como a polícia escocesa, desde 2016. Também na Austrália, já em 2004, houve uma mulher polícia a usar o hijab..

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de