Polícia apreende o "maior" drone que transportava droga entre Marrocos e Espanha

A aeronave, de 4,5 metros de envergadura, tinha uma autonomia de sete horas, permitindo o transporte de 150 kg de cocaína entre as costas de Marrocos e Andaluzia.

Tem 4,5 metros de envergadura, sete horas de autonomia, uma velocidade máxima de 170 km/h, e pode carregar 150 kg. A Polícia de Málaga intersetou e apreendeu um drone usado para transportar droga entre Marrocos e Andaluzia, em Espanha.

A Polícia Nacional espanhola atribui o crime a uma organização de narcotraficantes franceses que tem vindo a estabelecer-se em Costa del Sol, no Sul de Espanha. O polícia da Unidade de Crime Organizado Antonio Rodríguez Puertas, citado pelo jornal El País, destacou o raio de ação que é capaz de atingir o equipamento. Pedro Luis Bardón, da Polícia Nacional espanhola, reconheceu que nunca tinha sido intersetado um drone desta dimensão utilizado para este fim. É o maior alguma vez apreendido, reforçou.

A aeronave é de fabrico chinês, e pode custar entre 30 mil e 150 mil euros. Possui cinco motores, dos quais quatro são elétricos, o que permite que o drone levante voo e aterre na vertical. Já o motor com dois cilindros de combustão possibilita o voo horizontal. Apesar de ser dotado para atingir alturas de dois mil metros, o drone voava a menor altitude para assim consumir menos combustível e passar despercebido.

No interior da aeronave eram colocadas câmaras de vigilância, acompanhadas de pacotes de cocaína. O movimento do drone foi captado por radares e através das comunicações eletromagnéticas. O dispositivo tinha sido enviado para uma casa perto de Almáchar, Andaluzia, onde a organização francesa se escondia e controlava remotamente os locais de descolagem e aterragem. Durante a operação, quatro pessoas foram detidas. Foram também apreendidos 85 kg de estupefacientes.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de