Polícia no México resgata 110 migrantes, 56 são menores

O resgate ocorreu no município de Diaz Ordaz, na região de Frontera Chica, que é considerada como uma área onde passa o maior número de migrantes para os EUA.

Cerca de 110 migrantes centro-americanos, entre os quais 56 menores, foram resgatados quinta-feira pela polícia do estado do norte do México na fronteira com os Estados Unidos, informaram as autoridades.

Em comunicado, a polícia de Tamaulipas disse que o resgate dos migrantes ocorreu no município de Diaz Ordaz, na região de Frontera Chica.

A região, composta por cinco municípios fronteiriços entre as cidades de Nuevo Laredo e Reynosa, é considerada como uma área onde passa o maior número de migrantes para os EUA.

De acordo com dados das autoridades norte-americanas, cerca de três mil migrantes passam todos os dias para o estado do Texas, dos quais um terço é capturado.

Desde outubro de 2018, e apesar do reforço da vigilância na fronteira sul do México, milhares de migrantes da América Central, Cuba e Haiti têm entrado em território mexicano com o objetivo de alcançar os Estados Unidos.

Grupos organizados de tráfico humano procuram rotas para estes migrantes e por vezes transitam nos estados do sul-sudeste do país, tais como Chiapas, Tabasco, Veracruz e Oaxaca, para além dos estados do norte da Baixa Califórnia, Sonora, Chihuahua, Coahuila, Nuevo León e Tamaulipas, na fronteira com os Estados Unidos, uma das últimas paragens na sua viagem.

A fronteira de Tamaulipas com os Estados Unidos foi palco de recentes episódios violentos, tais como a descoberta em janeiro de 19 corpos queimados numa carrinha na cidade de Santa Anita, no município de Camargo, dos quais 16 eram migrantes guatemaltecos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de