Polónia expulsa três diplomatas russos por "ações hostis"

Estados Unidos adotaram uma medida semelhante e o embaixador norte-americano foi chamado a Moscovo para uma "conversação difícil".

A Polónia anunciou esta quinta-feira ter expulsado três diplomatas russos acusados de "ações hostis", após os Estados Unidos tem adotados medidas similares no âmbito de uma resposta contra diversos ataques cibernéticos atribuídos a Moscovo.

Ao manifestar a sua "total solidariedade" com as sanções e as expulsões de diplomatas anunciadas hoje de manhã por Washington, o ministério dos Negócios Estrangeiros polaco anunciou que "as decisões tomadas em conjunto com os aliados (...) são a resposta mais apropriada às ações hostis da Federação da Rússia".

Em reposta às novas sanções hoje decretadas pelos Estados Unidos contra o país, a Rússia prometeu uma resposta "inevitável e convocou o embaixador norte-americano em Moscovo para uma "conversação difícil".

O Presidente dos EUA, Joe Biden, assinou um decreto que permitirá punir de novo a Rússia, de forma a provocar "consequências estratégicas e económicas", caso "prossiga ou favoreça uma escalada das suas ações de desestabilização internacional", divulgou a Casa Branca em comunicado.

As sanções hoje anunciadas pela Casa Branca acontecem num momento particularmente delicado das relações diplomáticas entre os EUA e a Rússia, agravadas por declarações recentes de Biden que acusou o seu homólogo russo, Vladimir Putin, de ser um "assassino".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de