Portuguesa Hi Fly diz adeus ao seu A380, o maior avião de passageiros do mundo

O gigante A380 não tem procura devido à pandemia de Covid-19.

A companhia aérea portuguesa Hi Fly vai deixar de usar o seu avião Airbus A380, o maior avião de passageiros do mundo, no final deste ano.

A decisão de não estender o período inicial de aluguer acordado, "após quase três anos de operações bem-sucedidas em todo o mundo", deve-se à diminuição da procura de aviões muito grandes durante a pandemia de Covid-19, escreve a Hi Fly no Facebook

O Airbus A380 será substituído na frota da Hi Fly por Airbus A330 adicionais, "um avião menor e mais adequado para as atuais condições do mercado".

Já em julho o Airbus A380 da Hi Fly, o 9H-MIP "Salve os Recifes de Coral", com capacidade para transportar 471 passageiros distribuídos por três classes ou 800 em classe económica, tentou adaptar-se às nova realidade, tendo sido modificado para o transformar num avião com mais carga.

Contando com a Hi Fly, apenas 15 companhias aéreas já operaram o A380. Em Portugal só pode aterrar no Alentejo porque as suas grandes dimensões não lhe permitem manobras nos outros aeroportos do país.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de