Pós-Brexit. Luta contrarrelógio para chegar a acordo

Os Estados-membros da UE podem aprovar a entrada em vigor do acordo comercial com cariz provisório, antes da votação em plenário.

As negociações entre a União Europeia (UE) e o Reino Unido permitiram o esboço de um acordo para a saída definitiva do Reino Unido do espaço europeu. As negociações sobre a futura relação comercial deverão ficar fechadas ainda antes do Natal, fontes diplomáticas admitem que o acordo pode ser alcançado "nas próximas horas".

De acordo com fontes oficiais da UE, "continua a ser prematuro falar em acordo". Nos últimos dias houve avanços significativos, como no tema das pescas.

A expectativa dos negociadores é que se possa apresentar o documento ainda esta quarta-feira, mas nada esta confirmado, ao que a TSF conseguiu apurar. A arquitetura do acordo está desenhada, com início a 1 de janeiro de 2021, de forma temporária.

Os Estados-membros terão de analisar toda a informação e assinar um documento provisório. Apesar de o Parlamento Europeu já não ter tempo de ratificar um acordo comercial nos poucos dias que restam até ao final do ano, os Estados-membros da UE podem aprovar o documento de imediata.

A cerca de uma semana do final do "período de transição" para a consumação do Brexit, e após dez meses de negociações que por diversas vezes pareceram definitivamente condenadas ao fracasso, um acordo parece agora "iminente".

Nenhum dos responsáveis diretamente envolvidos nas negociações confirmam publicamente a iminência de um acordo, que, a acontecer nas próximas horas, evitará um "divórcio" sem acordo comercial em 31 de dezembro, data em que o Reino Unido deixa em definitivo o mercado único europeu.

Se houver um novo volte-face nas negociações e não for alcançado um acordo, a partir de 01 de janeiro o comércio entre o Reino Unido e a UE será feito sob as regras da Organização Mundial do Comércio (OMC), à semelhança do que acontece entre a UE e a Austrália, o que implica a aplicação de taxas aduaneiras e quotas de importação.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de