Preço do gás atinge novo máximo histórico na Europa

O preço do petróleo e dos metais também continua a subir.

O conflito na Ucrânia fez disparar o preço do gás natural para um novo recorde histórico na Europa, ao atingir 213,895 euros por megawatt hora (MWh).

O receio de perturbações nas exportações russas, que representam 40% das importações de gás europeu, fizeram subir o preço do gás de referência no mercado europeu, o TTF holandês, para 213,895 euros por megawatt hora.

"Na nossa opinião, o mercado agora dá como certo que um gasoduto muito importante que passa pela Ucrânia será danificado pelos combates", disse Ole Hvalbye, analista do SEB, citado pela AFP, referindo-se à ofensiva militar russa na Ucrânia.

O preço do petróleo e dos metais também continua a subir.

Às 15:20 (hora de Lisboa), o preço do barril de Brent do mar do Norte para entrega em maio avançava 4,68% para 115,63 dólares, tendo atingido na véspera 119,84 dólares, o nível mais alto desde 2012.

Em Nova Iorque, o barril de West Texas Intermediate (WTI) para entrega em abril subia 5,45% para 113,54 dólares, um dia depois de ter atingido os 116,57 dólares, antes de uma acalmia na quinta-feira ao fim do dia e hoje de manhã.

No mercado de Londres, o alumínio atingiu um novo recorde histórico em 3.859,50 dólares e o níquel atingiu o valor mais alto desde 2008 em 30.295 dólares por tonelada.

A Rússia é um produtor importante destes metais.

ACOMPANHE AQUI TUDO SOBRE O CONFLITO ENTRE A RÚSSIA E A UCRÂNIA

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de