Presidente chinês intervém na Cimeira do Clima através de comunicado por escrito

A China, que desde 2006 é o país do mundo que mais emite gases poluentes, quer atingir a neutralidade nas emissões de carbono até 2060.

O Presidente chinês, Xi Jinping, vai dirigir-se à conferência das Nações Unidas sobre o clima (COP26) através de um comunicado por escrito, segundo informações divulgadas nesta segunda-feira pelos organizadores.

Xi, que não sai da China desde o início da pandemia de Covid-19, deveria intervir via vídeo, mas, de acordo com o programa oficial da organização da Conferência das Partes da Convenção das Nações Unidas sobre Alterações Climáticas, Xi vai enviar antes um comunicado por escrito, que será divulgado nesta segunda-feira.

A China, que desde 2006 é o país do mundo que mais emite gases poluentes, elevou as suas metas, desde o Acordo de Paris de 2015, e espera atingir a neutralidade nas emissões de carbono até 2060. O país prometeu também atingir o pico das emissões antes de 2030.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de