Presidente ucraniano exorta nacionalistas a evitarem violência em marcha na 2.ª feira

A marcha está agendada para o dia do jogo entre a Ucrânia e Portugal, que se realiza em Kiev.

O Presidente da Ucrânia exortou hoje os participantes numa marcha nacionalista, na segunda-feira na capital, a evitarem a violência, quando aumenta a contestação ao seu plano de paz para o conflito separatista no leste do país.

Numa mensagem na rede social Facebook, Volodymyr Zelenskiy apelou aos manifestantes para não cederem "a provocações", criticando os que "sonham em ver a guerra e o caos".

Kiev vai receber com milhares de polícias a marchar, em que são esperados grupos nacionalistas e de extrema-direita a protestarem contra as políticas do Presidente Volodymyr Zelenskiy.

A marcha acontece num dia em que é feriado na Ucrânia e em que tradicionalmente os nacionalistas se juntam.

Os nacionalistas e a extrema-direita na Ucrânia rejeitam a tentativa de acordo para eleições no leste do país, receando uma cedência em demasia à Rússia, que apoia os separatistas.

O conflito no leste da Ucrânia, que dura há cinco anos, já matou 13 mil pessoas.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de

Outros Artigos Recomendados