Presidente ucraniano lutará "não apenas com palavras" para reaver Crimeia

Vladimir Zelenski salientou que, por enquanto, é "muito cedo" para divulgar a sua estratégia.

O Presidente ucraniano, Vladimir Zelenski, disse esta sexta-feira que a Ucrânia lutará "não apenas com palavras" para recuperar a península da Crimeia, anexada pela Rússia em 2014. "Em relação à Crimeia, acho que o mais complicado será reavê-la, mas vamos lutar para recuperá-la e não apenas com palavras", assegurou Zelenski ao intervir numa cerimónia em Kiev.

A Ucrânia também anseia pelo fim da guerra no leste e "tem alguns conceitos, algumas ideias" para resolver o conflito, que já provocou mais de dez mil vítimas desde 2014, indicou o Presidente ucraniano citado pela agência Interfax.

Vladimir Zelenski salientou que, por enquanto, é "muito cedo" para divulgar a sua estratégia.

O chefe do Governo ucraniano também falou das sanções contra a Rússia pela sua intervenção na Ucrânia, sobre as quais garantiu que "devem ser mantidas até que a paz seja restabelecida", mesmo que alguns países percam dinheiro com isso.

"Algumas vozes no Ocidente pedem para levantar as sanções porque assim [os seus países] perdem dinheiro. Pois nós perdemos vidas humanas e, enquanto não houver paz, as sanções devem ser mantidas", acrescentou.

No entanto, Zelenski anunciou que Kiev espera continuar o intercâmbio de prisioneiros com a Rússia, após a troca realizada no último sábado, em que envolveu 35 pessoas de cada parte.

"Estamos a conversar sobre a próxima etapa do intercâmbio", adiantou o líder ucraniano, sublinhando que "estão a ser elaboradas as listas" dos cidadãos que entrarão na seguinte troca.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de