Primeira central nuclear dos Emirados Árabes Unidos começou a funcionar

As obras começaram em 2013. O objetivo é que a central produza 5,6 gigawatts de eletricidade.

A primeira unidade da central nuclear de Barakah, em Abu Dhabi, foi colocada em operação "com sucesso", informou a Agência Nacional de Energia Nuclear dos Emirados Árabes Unidos (ENEC).

"A ENEC anunciou hoje que a sua subsidiária de operações e manutenção, Nawah Power Company, iniciou com sucesso a unidade 1 da central nuclear de Barakah, localizada na região de Al Dhafra, em Abu Dhabi", informou a corporação, citada pela agência Efe.

É a primeira vez que o reator produz calor com segurança, sendo posteriormente usado para criar vapor e girar a turbina, que gera eletricidade, sempre sob o olhar atento da equipe de Nawah.

"Após várias semanas e a conclusão de vários testes de segurança, a unidade 1 estará pronta para ser conectada à rede elétrica dos Emirados Árabes Unidos, produzindo os primeiros megawatts de eletricidade limpa para residências e empresas do país", diz a nota.

A ENEC está a construir quatro reatores nucleares em Barakah, cujas obras começaram em 2013. Quando estiver totalmente operacional, a central produzirá 5,6 gigawatts de eletricidade.

A empresa anunciou recentemente que a construção da unidade 2 já está concluída, enquanto as unidades 3 e 4 estão na fase final, com a conclusão global da construção das quatro unidades a situar-se agora nos 94%.

Os Emirados Árabes Unidos estão a tentar diversificar as suas fontes de energia para reduzir a dependência de petróleo e gás, com foco em energia limpa.

Segundo dados oficiais, o país gera a maior parte de sua eletricidade (110.000 milhões de quilowatt por hora em 2013) a partir de gás natural e foi estabelecido como meta reduzir a taxa de produção de gás de 98%, em 2012, para 76%, em 2021.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de