Prisão preventiva deverá ser decidida hoje. Autor do ataque na Noruega entregue aos serviços de saúde

Caso a decisão seja a prisão preventiva, Espen Andersen Bråthen não seria preso, mas deixado sob a responsabilidade dos médicos.

O homem que confessou ser o autor do ataque de arco e flecha que matou cinco pessoas na Noruega foi entregue aos serviços de saúde "após uma avaliação do seu estado", disse a procuradora responsável pelo caso.

"Ele foi recebido pelos serviços de saúde na noite de quinta-feira, após uma avaliação de seu estado de saúde", disse à Agência France Presse (AFP) Ann Iren Svane Mathiassen.

Um juiz deve decidir hoje sobre a prisão preventiva de Espen Andersen Bråthen, que admitiu ter matado cinco pessoas e ferido três outras, na quarta-feira, em Kongsberg (sudeste do país).

Em caso de decisão favorável, não seria preso, mas deixado sob a responsabilidade dos médicos, afirmou a procuradora.

Os serviços de segurança informaram na quinta-feira que o ataque com arco e flecha parece ter sido um "ato terrorista".

Contudo, o nível de alerta no país não foi alterado.

De acordo com os investigadores, o suspeito do ataque, de 37 anos, que foi detido e admitiu a autoria do crime, é um dinamarquês convertido ao islamismo, suspeito de radicalização no passado.

O ataque fez cinco mortos, quatro mulheres e um homem, com idades entre os 50 e os 70 anos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de