Putin e papa Francisco reúnem para falar da Ucrânia e do Médio Oriente

A Venezuela será também um dos temas da conversa entre os dois líderes.

O Presidente russo, Vladimir Putin, reúne-se esta quinta-feira com o papa Francisco, no Vaticano, antes de uma visita a Roma em que procurará reforçar as relações políticas e económicas entre a Rússia e a Itália.

Vladimir Putin terá uma audiência no Vaticano com o Papa Francisco sobre a situação na Síria e o conflito na Ucrânia, segundo disse o secretário de Estado do Vaticano, Pietro Parolin, numa entrevista a um jornal italiano.

Espera-se uma reunião longa, já que os temas geopolíticos que os dois estadistas vão abordar são complexos. O mais quente, devido ao seu impacto regional, é a paz na Ucrânia, abalada com a tomada da Crimeia e o tradicional ódio entre fronteiras de Moscovo e Kiev, levado até às relações com a Igreja Ortodoxa.

Outro dos tópicos será a Venezuela, país sem sucesso para o Vaticano, mas onde a Rússia tem notória influência.

O Médio Oriente, de onde os cristãos estão a desaparecer e onde só uma paz consistente pode impedir essa sangria, estará também em pauta, já que o papa Francisco se tem demonstrado preocupado com o Iraque e os poucos cristãos na zona que até poderá ser visitada dentro em breve pelo chefe da Igreja católica.

Parolin disse que o papa colocará ainda a Putin as preocupações do Vaticano sobre questões como a proteção dos cristãos no Médio Oriente e a "crise de valores cristãos nas sociedades ocidentais".

O encontro desta quinta.feira entre Putin e o papa Francisco será o terceiro, depois das audiências a 25 de novembro de 2013 e, mais recentemente, a 10 de julho de 2015, quando o Presidente russo transmitiu ao pontífice a necessidade de procurar a paz na Ucrânia.

Parece descartada, embora seja sempre uma das questões esperadas, a possibilidade de o Presidente russo convidar o Papa para uma visita à Rússia - um evento que seria histórico, já que nenhum Papa visitou o país, acontecimento para o qual precisaria da autorização da Igreja Ortodoxa Russa, que se tem mostrado relutante em relação a essa hipótese.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de