Quase 30 mortos em explosões em campanha eleitoral no Afeganistão

O Afeganistão tem sido palco de ataques frequentes, numa altura em que o país se prepara para as eleições presidenciais, agendadas para o final deste mês.

Pelo menos 24 pessoas morreram após a explosão de uma bomba durante uma ação de campanha do Presidente afegão, Ashraf Ghani, em Char-e-Kar, capital da província de Parwan, no Afeganistão, anunciaram hoje as autoridades locais. Em Cabul, outra explosão no centro da cidade matou outras 3 pessoas. Os ataques não foram ainda reivindicados.

De acordo com o chefe do hospital afegão que recebeu as vítimas, pelo menos 24 pessoas morreram após o ataque em Parwan.

A explosão ocorreu às 12h00 locais (08h30 em Lisboa) e a bomba estava num carro da polícia.

O porta-voz da campanha do Presidente, Hamed Aziz, disse que Ghani estava no local, mas que está seguro e saiu ileso ao ataque.

Wahida Shahkar, porta-voz do governador da província de Parwan, diz que a explosão aconteceu na entrada do local, enquanto o comício estava a acontecer.

Nenhum grupo assumiu a responsabilidade pelo ataque.

O Afeganistão tem sido palco de ataques frequentes, numa altura em que o país se prepara para as eleições presidenciais, agendadas para o final deste mês.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de