Quem vence o Bélgica-Portugal? Nesta escola de "Diables Rouges", as apostas dividem-se

Fred e Appo, dois treinadores amadores acreditam na vitória da Bélgica, mas o melhor jogador da equipa infantil tem a certeza que "Portugal ganha".

Na Bélgica, a expectativa em torno do encontro com a seleção portuguesa está no máximo. É um encontro que muitos desejavam ver "na final", e que esta noite deixará um dos favoritos pelo caminho.

Neste domingo, em Bruxelas, há bandeiras a pender pelas janelas. Maioritariamente da Bélgica, mas numa cidade com uma imensa comunidade internacional não faltam as marcas de apoio a outras seleções.

Nos parques da cidade, num dia ameno, alimentam-se a expectativas e o entusiasmo em torno da seleção, com partidas de futebol entre amigos. Há uma opinião mais ou menos geral sobre um jogo "muito renhida". E, não há consenso sobre os favoritos.

Appo é o treinador de uma equipa infantil. "Vai! Corram. Força. É tua!". As indicações que dá aos pequenos jogadores, numa peladinha amigável, na relva do Parque Cinquentenário, em Bruxelas, não são muito diferentes das que ouvimos a um selecionador campeão. Ele próprio acredita estar a formar campeões.

"Eles começaram muito novos. São crianças que muito em breve estarão nos Diabos Vermelhos", atira num tom meio irónico, meio a sério, a referir-se à seleção da Bélgica. É verdade que "se vão chegar aos Diabos Vermelhos, dependerá de muita coisa", relativiza o treinador.

"Mas é bom. Não começaram há muito tempo. Mas estão num nível que evoluiu muito", afirma, sem descurar que há uma mentalidade a trabalhar "desde pequeninos", e afinal há ali pequenos jogadores a ouvir atentos as palavras do treinador, durante uma rara (raríssima, na realidade a única) entrevista que deu até hoje. Parece habituado, sublinhe-se.

Do outro lado do campo, a equipa treinada por Fred, também ele amador, embora atento ao que se faz ao mais alto nível. O próximo exercício de estudo será o encontro em Sevilha, entre a Bélgica e Portugal.

Favoritos? "A Bélgica tem muito bons recursos. Ainda por cima têm muita criatividade no meio campo. Tem o Dries Mertens que tem jogado bem recentemente", afirma o treinador da equipa infantil, convencido de que a balança das seleções pende para o lado da Bélgica.

"Portugal vai ter muita expectativa em Cristiano Ronaldo. Penso que isso vai jogar a favor da Bélgica. A Bélgica tem jogadores que são mais fortes. Dentro de campo, impõem-se bem. O Lukaku impõe-se bem. Penso que será favorável para a Bélgica", afirma convicto.

Aqui, no Parque Cinquentenário, também são os adversários de Fred que que se impõem. Estão em vantagem há vários minutos no jogo, e acabam por chegar à rede da baliza. É golo. Golo! A vantagem para a equipa de Appo. A jogada, iniciada num cruzamento que veio da esquerda diretamente para o pé direito de Kenzo, "foi um bom lance", assumiu o treinador, que também já está a pensar na partida desta noite.

"Quanto a Portugal, creio que será muito renhido. Portugal tem muito bons jogadores individuais. Têm grandes jogadores. Depois tem o Ronaldo. Ele já tem idade, mas é muito forte em frente à baliza. Atualmente é um goleador", reconhece Appo.

No jogo infantil, de equipas mistas, Thiphene está perder, e entende que é altura de começar a pensar no jogo que opõe nos oitavos duas seleções favoritas.

"Portugal - Bélgica? Claramente, e honestamente, é a Bélgica que vai ganhar", afirma Thiphene. E, nisto, o treinador adversário está de acordo.

"Na seleção da Bélgica temos bons jogadores, temos o Lukaku, temos o Bruyne. Sinceramente, temos um bom guarda-redes. Será 50-50. Mas o meu coração pende mais para a Bélgica", confessa Appo.

Entretanto, o jogo terminou no parque cinquentenário. O resultado é 1-0. Kenzo, franzino, nos seus sete anos, foi o homem do jogo. "Fui eu quem marcou o golo da vitória", veio dizer à TSF, depois de ser felicitado pelo treinador. Mas, sobre a partida entre seleções, não concorda com Appo.

"Portugal - Bélgica? É Portugal que vai ganhar", afirma Kenzo, assistido pelo mesmo colega de equipa que deu início ao lance do golo. E, ele próprio não têm dúvidas de que "Portugal ganha, porque é melhor", até "neste momento, melhor do que qualquer outro".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de