"Queremos viver em paz." Migrantes e polícia em confronto na fronteira turco-grega

Centenas de migrantes entoaram palavras de ordem como "liberdade", "paz" e "abram as portas".

Breves confrontos ocorreram esta sexta-feira na fronteira entre a Grécia e a Turquia entre a polícia grega, que lançou gás lacrimogéneo, e migrantes, que ripostaram a atirar pedras.

Após estes conflitos, centenas de migrantes reuniram-se em frente ao posto de fronteira de Pazarkule (Kastanies, no lado grego) a entoar palavras de ordem como "liberdade", "paz" e "abram as portas", de acordo com um fotógrafo da agência da AFP. Algumas pessoas seguravam cartazes acima do arame farpado que diziam "queremos viver em paz".

As autoridades gregas também acusaram as forças turcas de dispararem bombas de gás lacrimogéneo e de lançarem bombas de fumo no lado grego da fronteira. "Houve ataques coordenados esta manhã", disse uma autoridade grega.

Segundo Atenas, as autoridades turcas também estão a distribuir material para cortar as cercas que impedem a passagem dos migrantes para o lado grego.

Depois de o Presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, ter anunciado na semana passada a abertura de fronteiras, vários milhares de migrantes partiram para a fronteira com a Grécia. Formaram-se campos improvisados no lado turco e, apesar do frio, muitos migrantes dormem ao ar livre.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de