Recompensa de 500 mil euros para encontrar assaltantes de museu alemão

Esta quantia destina-se a quem dê informações que conduzam à detenção dos ladrões.

Investigadores oferecem uma recompensa de 500.000 euros por qualquer informação do assalto de segunda-feira ao museu Grünes Gewölbe (Abóbada Verde) em Dresden, na Alemanha, em que dezenas de peças, incluindo um diamante de 49 quilates, foram roubadas.

Esta quantia destina-se a quem dê informações que conduzam à detenção dos ladrões, que serão pelo menos quatro, e à descoberta das peças, que contêm no total várias "centenas" de diamantes, indicou em comunicado, o Ministério Público de Dresden e a polícia federal.

"Não pouparemos esforços para resolver este caso", salientaram os investigadores, após o roubo na madrugada de segunda-feira.

Um grupo com cerca de 40 pessoas foi criado para investigar o assalto. Pelo menos quatro ladrões conseguiram entrar no museu pouco antes das 05h00 locais de segunda-feira (04h00 em Lisboa) para roubar joias do século XVIII.

Onze peças foram roubadas completamente, enquanto partes individuais de três outros objetos estão em falta. Entre as peças levadas está o Dresden White, também conhecido como o diamante branco da Saxónia, de 49 quilates.

Na segunda-feira, a direção do museu Grünes Gewölbe considerou as peças roubadas de valor histórico e cultural "inestimáveis" e não quantificáveis. Um vídeo divulgado pela polícia mostra os criminosos a entrar numa sala do museu com lanternas. Um dos assaltantes, encapuzado, partiu uma vitrina com um machado.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de