Regina Duarte abandona governo de Bolsonaro

Atriz assumiu a pasta da Cultura a 4 de março, com o objetivo de "pacificar" o setor. Agora vai assumir a Cinemateca Brasileira, em São Paulo.

Regina Duarte abandonou, esta quarta-feira, a liderança da secretaria da Cultura do governo de Bolsonaro para assumir a Cinemateca Brasileira, em São Paulo, também ligada à pasta. O anúncio foi feito pelo próprio Presidente do Brasil, no Twitter.

"Regina Duarte relatou que sente falta da sua família, mas para que ela possa continuar a contribuir para o Governo e a Cultura brasileira assumirá, dentro de alguns dias, a Cinemateca em São Paulo. Nos próximos dias, durante a transição, será mostrado o trabalho já realizado nos últimos 60 dias", escreveu Jair Bolsonaro na rede social.

A Cinemateca Brasileira, da qual Regina Duarte fica agora responsável, é a instituição que tem como missão preservar a produção audiovisual do país.

A atriz assumiu a pasta da Cultura do Governo de Jair Bolsonaro a 4 de março, com o objetivo de tornar mais pacífico o ambiente entre a classe artística do Brasil e o executivo, mas não chegou a completar três meses no cargo.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de