Reportagem TSF. Kiev está menos ameaçada e ganha nova vida

As ruas de Kiev estão mais movimentadas e os ucranianos estão a regressar à capital da Ucrânia.

As ruas de Kiev estão mais movimentadas e os ucranianos estão a regressar à capital da Ucrânia.

Pode parecer normal, do ponto de vista de Portugal, mas estar a almoçar no centro de Kiev é algo que não era possível há um mês e meio. Havia meia dúzia de restaurantes abertos na cidade, era muito difícil poder comer fora.

No último mês, Kiev renasceu. Há muito mais pessoas a regressar. Na altura, o presidente da Câmara estimava que dois terços da população tivessem saído. Nesta altura não há dados seguros, mas é certo que muitas pessoas estão a voltar.

De uma cidade fantasma em março, sem carros e pessoas a circular, Kiev é agora uma cidade aberta. Há autocarros e comboios completamente lotados, a saírem de vários pontos da Polónia e a confluírem para a Ucrânia.

Os ucranianos estão a regressar, talvez porque sintam mais segurança, talvez porque a ofensiva está remetida a leste. Portanto, toda esta grande zona da Ucrânia, de Kiev para o Ocidente, está livre e menos ameaçada, ainda que as sirenes continuem a tocar para a avisar para a possibilidade de ataque aéreo.

Mas a vida continua como se nada fosse, com os restaurantes e os cafés a funcionar e os carros a passar. Há muito menos checkpoints, forças armadas na rua, aparato nos pontos de controlo. Muitos dos checkpoints estão arrumados na berma da estrada, prontos para serem reativados. Os poucos que ficaram onde estavam, não têm ninguém a guardá-los.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de