Republicanos contra Donald Trump

Nem todo o partido republicano está com Donald Trump. Alguns juntaram-se no movimento RVAT, Republican Voters Against Trump.

Dan Eckman, 41 anos, vive em Brooklyn e como nova-iorquino, sabe bem quem é Donald Trump. "Todos sabíamos que era um milionário desprezível, mas Nova Iorque tem um alto grau de tolerância" por essas pessoas. Mas quando há quatro anos, Trump se candidatou à presidência dos EUA, o cenário tornou-se assustador.

Dan, um republicano desde os tempos de juventude, não votou e nunca votaria em Donald Trump. "Ele não representa nenhum dos valores do Partido Republicano. É um pedaço de lixo como ser humano, que se meteu na sala oval, porque gosta de fama, poder e dinheiro. E não se interessa por ninguém a não ser ele próprio".
Desencantado com a estratégia seguida pelo partido, Dan e outros republicanos formaram o grupo Republican Voters Against Trump.

"O problema é que o partido republicano perdeu completamente a cabeça, há 10 anos", afirma. "Perderam de vista aquilo que o partido sempre defendeu".

Ainda assim, Dan Eckman continua como militante republicano, porque "sinceramente, não há para onde ir. Sinto que me afastei do partido, ficando parado. Saí da bolha da política republicana, ao não mudar com ela".

E para que o partido possa renascer das cinzas, este republicano confessa que deseja uma derrota esmagadora de Donald Trump. "Uma vitória de Biden seria o melhor que poderia acontecer ao partido republicano. Daria a oportunidade ao partido de se reconstruir, de se livrar de alguns dos candidatos lunáticos que entraram com Trump, de limpar a casa e portarmo-nos como adultos. Adoraria ver o partido republicano dizimado, para que as piores vozes pudessem ser expulsas".

Seriam quatro anos para meter ordem na casa, ainda que Dan não consiga dizer quem poderia liderar o partido num período de transição, depois de tantos estragos provocados por Donald Trump.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de