Residentes em lares de idosos de Madrid deixaram de ter acompanhamento hospitalar em março

O jornal El País divulga, na edição desta quinta-feira, um vídeo que prova que em meados de março já os hospitais recusavam dar assistência médica aos idosos.

Até ao inicio de junho a comunidade de Madrid registou a morte de quase 6 mil idosos nos 700 lares existentes. Praticamente todos eles tinham sintomas compatíveis com a Covid-19. Muitos fizeram testes e os resultados foram positivos.

Nos primeiros tempos da pandemia surgiram diversos casos, em que depois de uma denuncia, os militares entraram nas casas e edifícios e encontraram residentes mortos lado a lado com outros que não estavam infetados. No vídeo agora divulgado entende-se melhor porque é que na região os maiores focos de infeção foram os lares.

Um chefe de equipa de um hospital da capital explica aos outros clínicos quais são as regras estabelecidas para o atendimento. Com a voz distorcida e o rosto escondido ouve-se o homem dizer que as residências para idosos já não estão a ter acompanhamento hospitalar. Ele acrescenta que os residentes doentes estão a receber apenas medicamentos antibacterianos e afirma "se for Covid, paciência!"

Na altura as unidades de cuidados intensivos do serviço de saúde espanhol estavam a 48 horas de entrar em colapso e por isso era preciso definir prioridades. O médico esclarece que os mais idosos que cheguem ao hospital serão rejeitados, se os médicos não o fizerem as autoridades sanitárias entram em ação.

A única forma de salvar as pessoas com 80, 90 anos será apertar os critérios no tratamento dos mais novos. Aqueles que tiveram sintomas moderados podem regressar a casa. O clínico explica que entre um idoso e um jovem a cama será dada a quem tem maior esperança de vida.

Contactado pelo El País, o hospital de Madrid já garante que nunca rejeitou doentes que precisassem de ajuda.

Opinião diferente têm 400 familiares de idosos que morreram em lares e que garantem que eles nunca foram levados para o hospital.

Juntos apresentaram queixa contra os lares e a comunidade de Madrid. O vídeo vem dar mais força às denuncias que têm feito.

LEIA AQUI TUDO SOBRE A COVID-19

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de