Roménia oferece vacinas contra a Covid-19 junto ao castelo do Drácula

Em todos os fins de semana até 6 de junho os romenos e turistas europeus vão poder aproveitar a visita ao monumento para vacinar-se.

A Roménia decidiu instalar um centro de vacinação contra a Covid-19 junto ao castelo do Drácula, tendo no fim de semana passado conseguido atrair e vacinar mais de 500 pessoas, entre turistas e residentes.

Com a instalação do centro de vacinação, os responsáveis pela gestão do castelo medieval que inspirou Bram Stoker a criar a personagem do Conde Drácula pretendem atrair visitantes e os residentes ao local e ao mesmo tempo ajudar a imunizar a população.

Desta forma, aos fins de semana e até 06 de junho, romenos e residentes em países da União Europeia que visitem o castelo terão a opção de aproveitar a deslocação para receber a vacina da Pfizer/BioNtech gratuitamente.

"Quem tem medo de se vacinar? Tem coragem e vem ao Bran" ou "Uma pica e pronto! Sem marcação prévia" são alguns dos slogans publicitários desta campanha publicitária, remetendo para as histórias de terror que popularmente se associam ao Drácula.

Construído por saxões leais ao reino da Hungria como uma fortificação para fazer frente às invasões no século XIV, o Castelo de Bran passou depois para a propriedade da monarquia romena sendo hoje uma das principais atrações turísticas do país, pela sua associação ao Drácula, uma personagem fictícia inspirada no senhor da guerra Vlad Tepes conhecido como "O Empalador".

Apesar de não existir evidência de que Tepes tenha estado no castelo de Bran, o monumento inspirou o romancista Bram Stoker a descreve-lo como a residência do Conde Drácula.

LEIA AQUI TUDO SOBRE A COVID-19

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de