Rússia afirma ter destruído centro dos serviços de informações próximo de Kiev

O porta-voz do Ministério da Defesa russo afirmou que "um aeródromo militar em Vasilkov e o principal centro de inteligência eletrónica das forças armadas ucranianas em Brovary ficaram fora de serviço".

Ataques aéreos russos na Ucrânia destruíram este sábado uma base militar em Vasilkov, a sudeste de Kiev, e um centro dos serviços de informações em Brovary, a leste da capital ucraniana, segundo o porta-voz do Ministério da Defesa russo, Igor Konashenkov.

"Armas de longo alcance de alta precisão atingiram alvos militares da Ucrânia esta manhã", disse o militar russo, citado pela agência de notícias russa Tass, acrescentando que "um aeródromo militar em Vasilkov e o principal centro de inteligência eletrónica das forças armadas ucranianas em Brovary ficaram fora de serviço".

O porta-voz disse ainda que caças e defesas aéreas das forças aeroespaciais russas derrubaram cinco drones, incluindo dois Bayraktar TB2, e um míssil tático Tochka-U, informando ainda que o avião russo atingiu 145 alvos das forças armadas ucranianas durante as últimas 24 horas numa operação especial na Ucrânia.

A operação, precisou, incluiu três sistemas de mísseis antiaéreos Buk M-1, oito postos de comando e centros de comunicação, cinco depósitos de munições e combustível e 78 grupos de equipamentos militares.

A Rússia lançou a 24 de fevereiro uma ofensiva militar na Ucrânia que já causou pelo menos 549 mortos e mais de 950 feridos entre a população civil e provocou a fuga de 4,5 milhões de pessoas, entre as quais 2,5 milhões para os países vizinhos, segundo os mais recentes dados da ONU.

A invasão russa foi condenada pela generalidade da comunidade internacional que respondeu com o envio de armamento para a Ucrânia e o reforço de sanções económicas a Moscovo.

ACOMPANHE AQUI TUDO SOBRE O CONFLITO ENTRE A RÚSSIA E A UCRÂNIA

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de