Rússia lança ordem de detenção contra irmão de Alexei Navalny

Oleg Navalny não terá cumprido as normas em vigor devido à pandemia da Covid-19.

A Rússia lançou, esta quarta-feira, um mandado de prisão contra Oleg Navalny, irmão do opositor preso Alexei Navalny, acusado de não ter cumprido as condições prisionais após uma condenação e que pode implicar a sua detenção.

Este mandado de prisão foi tornado público um dia depois de o irmão ter sido incluído na lista de "terroristas e extremistas", no âmbito da repressão das vozes dissidentes que se aplica no país há dois anos.

Agora, Oleg Navalny, de 38 anos, aparece na lista de pessoas procuradas pelo Ministério russo do Interior, por crimes, como comprovou a AFP.

Oleg Navalny foi condenado a um ano de prisão em agosto, mas com a possibilidade de cumprir a pena em liberdade. Navalny foi considerado culpado de desrespeitar as normas sanitárias em vigor pela pandemia da Covid-19 e de ter pedido à população que participasse das manifestações a favor da libertação do seu irmão.

O advogado, Nikos Paraskevov, disse à agência de notícias Interfax que este mandado de prisão foi emitido porque a polícia não encontrou Oleg Navalny em casa e ainda não se sabe se deixou o país, como muitos opositores fazem.

Na segunda-feira, um tribunal de Moscovo recebeu um pedido da administração penitenciária para converter a sentença em liberdade numa sentença com admissão à prisão. O pedido será analisado a 18 de fevereiro.

Oleg e Alexei Navalny foram condenados em 2014 por uma questão de fraude, acusação que eles e os seus colaboradores consideram puramente política.

Oleg passou três anos e meio preso, sendo solto em 2018. Alexei Navalny recebeu uma condenação com a possibilidade de cumprir a sua pena em liberdade. Quando voltou à Rússia em janeiro de 2021, Alexei Navalny foi preso por esse assunto.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de