Rússia regista recorde de 150 mortos nas últimas 24 horas

O país regista 8.894 novas infeções de covid-19 nas últimas 24 horas, elevando o total para 326.448 casos de infeção.

A Rússia registou hoje 150 vítimas mortais de covid-19, um valor nunca antes verificado em relação ao número de mortes num só dia.

No total o SARS-Cov-2 (novo coronavírus) fez 3.249 mortos na Rússia desde o início da pandemia, de acordo com os números oficiais.

O país regista 8.894 novas infeções de covid-19 nas últimas 24 horas, elevando o total para 326.448 casos de infeção.

Na Rússia, a pandemia atinge as regiões de forma diferente, sendo Moscovo a zona mais afetada pela doença.

No Daguestão, Cáucaso, verifica-se uma "catástrofe" sanitária que está a obrigar as autoridades centrais a tomar novas medidas.

Por outro lado, Moscovo refere que a situação geral referente a contágios estabilizou porque não foram ultrapassados os nove mil casos diários, tendo-se mesmo verificado uma baixa de 633 infeções na última quarta-feira.

De acordo com a France-Presse, as vozes críticas do regime russo duvidam da "realidade" demonstrada pela taxa de mortalidade oficial que acreditam ser mais elevada, acusando Moscovo de "subavaliar" os dados reais sobre mortos da pandemia. As autoridades rejeitam as acusações.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou quase 330 mil mortos e infetou mais de cinco milhões de pessoas em 196 países e territórios.

LEIA AQUI TUDO SOBRE A COVID-19

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de