Sajid Javid, ex-ministro das Finanças, assume pasta da Saúde britânica

Governante de 51 anos vai ocupar o lugar deixado vago por Matt Hancock, que anunciou este sábado a sua demissão.

O ex-ministro britânico das Finanças e Interior Sajid Javid vai assumir a pasta da Saúde após a demissão de Matt Hancock, por incumprimento de regras de distância física durante a pandemia de Covid-19, foi este sábado divulgado.

Downing Street revelou que Sajid Javid, de 51 anos, é o sucessor de Matt Hancock, que anunciou hoje a sua demissão do cargo de ministro da Saúde, na sequência da divulgação na sexta-feira de fotografias que revelaram o seu incumprimento de regras de distância física.

Sajid Javid assume o cargo num momento em que se regista um aumento de casos de Covid-19 no Reino Unido, devido à disseminação da variante Delta, considerada mais transmissível e que já é prevalente naquele país.

O gabinete do primeiro-ministro Boris Johnson divulgou que a rainha Isabel II ficou "satisfeita" em aprovar a nomeação de Sajid Javid, que desempenhou as funções de ministro das Finanças do Reino Unido entre julho de 2019 e fevereiro de 2020.

Javid foi ainda ministro do Interior, entre 2018 e 2019, da Habitação, Comunidades e Governos Locais, entre 2016 e 2018, dos Negócios e Inovação, entre 2015 e 2016 e ainda da Cultura, Desporto e Media, entre 2014 e 2015.

O novo responsável pela pasta da saúde terá em mãos o programa de vacinação britânico, que já imunizou mais de 32 milhões de pessoas contra a Covid-19 (61,2% da população).

Terá também como missão, juntamente com o primeiro-ministro e outros membros do Governo, reduzir as medidas de confinamento devido à pandemia.

A última fase do desconfinamento foi adiada para 19 de julho devido ao aumento de infeções.

O tablóide britânico The Sun revelou, na sexta-feira, uma imagem do ministro Matt Hancock abraçando e beijando uma assistente tirada no dia 06 de maio, quando o Governo pedia que não se tivesse contacto físico com pessoas fora do agregado familiar e distância superior a um metro entre pessoas em contexto laboral sem máscara.

"Nós, que fizemos as regras, temos que as cumprir e é por isso que tenho que me demitir", afirmou num vídeo divulgado na rede social Twitter o governante, que tem sido um dos principais responsáveis pela estratégia de combate à pandemia de Covid-19.

No balanço da sua gestão da crise sanitária, Matt Hancock, de 42 anos, admitiu que o Governo "não acertou em todas as decisões", mas apelou à compreensão dos cidadãos pela "dificuldade de lidar com algo desconhecido".

Há várias semanas que o responsável pela saúde do Governo britânico estava no centro de uma polémica desencadeada pelo antigo assessor principal do primeiro-ministro Dominic Cummings, que o acusou de ter mentido em várias ocasiões durante a gestão da pandemia.

As imagens divulgadas na sexta-feira pelo jornal, que não revelou como as obteve, acabaram por precipitar a demissão do ministro da Saúde.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de