"Sánchez foi espiado com o Pegasus": 2,7 gigas de dados roubados

O primeiro-ministro espanhol, a ministra da defesa e a ex-MNE tiveram os respetivos telemóveis espiados através do sistema Pegasus. É o caso político do momento em Espanha. Em França, fala-se de união à esquerda.

"Sánchez foi espiado com o Pegasus", é a manchete do El País. O governo denunciou ontem que o presidente do governo, Pedro Sánchez, e a ministra da Defesa, Margarita Robles, foram alvo de espionagem pelo Pegasus, o programa israelita que só é vendido para instituições oficiais.

A intrusão no telemóvel de Sánchez ocorreu em maio e junho do ano passado, e um grande volume de informações foi extraído: 2,7 gigabytes. Do telefone da ministra Robles foram obtidos menos dados: 9 megabytes. O Executivo não indica na denúncia a autoria das interferências, mas diz que são "ilícitas", "externas" e alheias a órgãos do Estado. Em maio de 2021, o telefone da então ministra das Relações Exteriores, Arancha González Laya, também foi hackeado, segundo fontes do governo. Esse ataque coincidiu com a crise com Marrocos devido à chegada a Espanha do líder da Polisario, Brahim Gali, e ao afluxo maciço de migrantes em Ceuta.

O assunto está em vários jornais espanhóis... no Correo Gallego, "Pegasus também assaltou os telemóveis de Sánchez e Robbles"... no Voz da Galiza: "o governo denuncia o roubo de grande quantidade de dados do telemóvel de Sánchez"... No ABC, leio que "o governo sabia há meses do ataque com Pegasus aos telemóveis de Sánchez e Robbles". No Vanguardia, "Sánchez denuncia que foi espiado e dá uma volta ao caso Pegasus"... No La Razón, é um bocado a história de que "afinal, também sou vítima"... na manchete pode ler-se: Sánchez procura desativar a ERC como vítima da espionagem.

No Fígaro, a França rumo às legislativas: "como Melenchon quer impor a sua lei à esquerda"... No Le Monde: união das esquerdas, a França Insubmissa ganha um primeiro assalto... um acordo entre o partido de Jean Luc Melenchon e os verdes ecologistas sobre uma centena de circunscrições para as legislativas de junho. No Humanité, acordo à esquerda: tão perto do golo...

Neste que é dia internacional da liberdade de imprensa, o jornalista russo Nobel da paz está na capa do diário suíço Le Temps... Dimitri Muratov foi à redação do jornal em Genebra. É citado a dizer: "os média, antídoto da tirania".

No Jornal de Angola, "Nações Unidas destacam esforços de Angola na pacificação da República Centro-Africana"...

No jornal O País, de Maputo, "Possível quinta vaga de Covid-19 em Moçambique"... o ministro da saúde diz que o aumento considerável do número de infeções na África do Sul já era previsível. Contudo, Armindo Tiago assegura que serão casos de leves sintomas.

No Diário do Grande ABC, em São Paulo, no Brasil: "Duplica o número de jovens com título - cartão - de eleitor em dois meses no grande ABC"... zona industrial da maior metrópole brasileira (Santo André, São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul).

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de