Madagáscar. Secretário de Estado nada durante 12 horas após sobreviver a queda de helicóptero

Serge Gellé, secretário de Estado da Polícia de Madagáscar, teve de nadar durante 12 horas para escapar à agitação marítima, depois de uma queda de helicóptero em que foi um dos dois sobreviventes.

Um secretário de Estado malgaxe foi um dos dois sobreviventes que conseguiram nadar durante 12 horas após a queda de um avião na costa nordeste do Madagáscar.

Continuam em curso as buscas por outros dois passageiros, após o acidente, ocorrido na segunda-feira. De acordo com a polícia e as autoridades portuárias do país, a causa do acidente aéreo ainda não foi apurada.

Serge Gellé, secretário de Estado da Polícia de Madagáscar, bem como um agente da polícia, chegaram, separadamente, a terra na cidade de Mahambo, no litoral. Ambos ejetaram-se da aeronave, disse o chefe da autoridade portuária, Jean-Edmond Randrianantenaina, citado pelo jornal The Guardian.

Num vídeo partilhado na rede social Twitter, Serge Gellé, de 57 anos, aparece exausto sentado numa espreguiçadeira, ainda com o uniforme. "Ainda não chegou a minha hora de morrer", disse o governante, queixando-se do frio mas negando estar ferido.

O helicóptero dirigia-se para um local onde tinha ocorrido um naufrágio, na costa nordeste, na manhã de segunda-feira, em que pelo menos 39 pessoas morreram.

Serge Gellé usou um dos assentos do helicóptero como suporte para flutuar. "Ele sempre teve grande fôlego no desporto e manteve esse ritmo como secretário de Estado, tal como um jovem de 30 anos ", disse o chefe da polícia Zafisambatra Ravoavy. "Ele tem nervos de aço."

Gellé tornou-se secretário de Estado durante uma remodelação do gabinete em agosto, depois de servir enquanto polícia durante três décadas.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de