Seis detidos no Vietname pela morte de 39 migrantes num camião no Reino Unido

As autopsias determinaram que foram vítimas de asfixia e hipotermia por se encontrarem num local fechado e sujeitos a baixas temperaturas.

As autoridades do Vietname acusaram sete pessoas de envolvimento na morte de 39 emigrantes cujos corpos foram encontrados no interior de um contentor transportado por um camião no Reino Unido em 2019.

Os indivíduos são acusados de terem organizado uma lista de 67 pessoas de três províncias do norte do país para trabalharem de forma ilegal no continente europeu, nomeadamente no Reino Unido, indicou esta sexta-feira um comunicado da polícia da província de Ha Tinh.

Na lista encontrava-se Pham Thi Tra My, 26 anos, uma das vítimas encontradas no camião, e que pagou a três dos acusados 20.384 euros para viajar para França através da República Popular da China.

Os restos mortais de Pham Thi Tra My e dos restantes 38 migrantes, com idades entre os 15 e 44 anos, foram encontrados no passado dia 24 de outubro no interior de um camião frigorífico, numa zona industrial de Essex, Inglaterra.

As autopsias determinaram que foram vítimas de asfixia e hipotermia por se encontrarem num local fechado e sujeitos a baixas temperaturas.

Seis dos acusados encontram-se detidos pela polícia sendo que um sétimo suspeito reside na República da China tendo as autoridades de Hanói emitido uma ordem de captura.

A polícia vietnamita indicou ainda que a investigação sobre o caso continua em curso.

As províncias como Ha Tinh contam com uma elevada percentagem de agricultores que residem em zonas de desenvolvimento muito precário, em comparação com outras regiões do Vietname.

Muitos jovens vietnamitas tentam, por isso, emigrar para a Europa em busca de novas oportunidades.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de