Sete pessoas assassinadas num campo de refugiados rohingya no Bangladesh

Algumas vítimas foram atingidas pelos disparos de armas de fogo mas outras foram esfaqueadas.

Sete pessoas foram mortas num campo de refugiados rohingya no Bangladesh por um grupo de homens armados que aparentemente tinham como objetivo atacar um seminário islâmico, disse esta sexta-feira fonte da polícia.

O ataque ocorreu num campo de refugiados rohingya no Bangladesh, mas perto da fronteira com Myanmar.

Algumas vítimas foram atingidas pelos disparos de armas de fogo mas outras foram esfaqueadas, disse à France Press uma fonte policial local.

A morte destes sete refugiados decorre num momento em que a se agravou a tensão nos campos devido ao assassinato de um líder rohingya, no final do mês de setembro.

O povo rohingya, minoria muçulmana de Myanmar, foi alvo de perseguições e massacres por parte do exército de Myanmar (antiga Birmânia), em 2016 e 2017, tendo milhares de pessoas encontrado refúgio atravessando a fronteira para o Bangladesh.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de