Sidney reabre comércio a vacinados após mais de cem dias de confinamento

O estado de Nova Gales do Sul, cuja capital é Sidney, alcançou na semana passada a meta de 70% da população totalmente vacinada.

Cafés, bares, ginásios, cabeleireiros e outros estabelecimentos comerciais reabriram esta segunda-feira em Sidney, a cidade mais populosa da Austrália, para clientes vacinados contra a Covid-19, pondo fim a mais de cem dias de confinamento.

O estado de Nova Gales do Sul, cuja capital é Sidney, alcançou na semana passada a meta de 70% da população totalmente vacinada, estabelecida pelas autoridades como condição para o desconfinamento. Mais de 90% da população daquele estado já recebeu pelo menos uma dose da vacina.

Pouco depois da meia-noite, muitas pessoas em Sidney e noutras zonas do estado de Nova Gales do Sul acorreram a bares e outros estabelecimentos comerciais, celebrando a reabertura, com novas regras que estabelecem menos restrições para as pessoas vacinadas.

Os habitantes da cidade, com cinco milhões de pessoas, encheram ginásios, cafés e cabeleireiros, que permaneceram fechados desde que o confinamento foi decretado, em 26 de junho, devido a um surto com a variante Delta do novo coronavírus.

"Este é o dia por que muitos esperavam, o dia em que celebramos as coisas que damos por adquiridas. Estar com a família e os amigos, cortar o cabelo, comer juntos, ir ao bar e beber uma cerveja com os amigos", disse o primeiro-ministro australiano, Scott Morrison, a jornalistas.

O responsável do Governo de Nova Gales do Sul, Dominic Perrottet, sublinhou no entanto que continua a haver "restrições".

"Trata-se de reabrir de forma comedida", para "conseguir que as pessoas voltem ao trabalho e os estabelecimentos comerciais abram, ao mesmo tempo que mantemos as pessoas seguras", disse, citado pela Associated Press (AP).

A entrada nos estabelecimentos comerciais está limitada a clientes vacinados.

A exceção são as pessoas que não podem ser vacinadas, por razões de saúde, devendo nesse caso apresentar um atestado médico.

Ao abrigo das novas regras, serão permitidos encontros em casa com até dez pessoas, desde que estejam completamente vacinadas.

Nas últimas 24 horas, o estado de Nova Gales do Sul registou 496 casos de Covid-19 e oito mortos.

O estado de Vitória, cuja capital é Melbourne, permanece em confinamento desde o 05 de agosto, mas espera reabrir este mês, ao abrigo de um plano nacional para a reabertura da economia, assente na meta de 70% da população vacinada.

Atualmente, só 58,6% da população daquele estado completou o esquema de vacinação, tendo 85,5% dos habitantes recebido pelo menos uma dose da vacina.

A capital nacional, Camberra, confinada desde 12 de agosto, já vacinou mais de 70% dos habitantes com as duas doses e deverá levantar algumas restrições a partir de sexta-feira.

A Austrália espera reabrir as fronteiras internacionais em novembro, uma vez atingida a meta de vacinar 80% da população.

Atualmente, 61% da população do país completou o esquema de vacinação e mais de 82% recebeu pelo menos uma dose da vacina.

Desde o início da pandemia, o país contabilizou mais de 127.000 casos de Covid-19 e cerca de 1.450 mortos.

A Covid-19 provocou pelo menos 4.843.739 mortes em todo o mundo, entre mais de 237,46 milhões de infeções pelo novo coronavírus registadas desde o início da pandemia, segundo o balanço mais recente da agência France-Presse.

A doença é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China, e atualmente com variantes identificadas em vários países.

LEIA AQUI TUDO SOBRE A COVID-19

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de