Suspeito de ataque no metro de Brooklyn em prisão preventiva sem fiança

Frank James foi pela primeira vez presente a tribunal após o ataque no metro de Brooklyn.

O homem acusado do ataque de terça-feira no metro de Brooklyn, na cidade norte-americana de Nova Iorque, foi colocado em prisão preventiva sem fiança, depois de o Ministério Público afirmar que aterrorizou "a cidade inteira".

Frank James, de 62 anos, foi detido em Manhattan na quarta-feira, um dia após o ataque, e foi esta quinta-feira pela primeira vez presente a tribunal para a aplicação da medida de coação enquanto aguarda julgamento.

As autoridades indicam que ele lançou granadas de fumo e disparou dezenas de tiros num comboio cheio de passageiros matinais, atingindo dez pessoas, nenhuma das quais corre perigo de morte.

Enquanto os investigadores continuam a tentar descobrir o motivo do ataque, Frank James é agora acusado de um crime federal de terrorismo, categoria em que se incluem os ataques violentos em redes de transportes públicos.

Não existe qualquer indício que o ligue a organizações terroristas, internacionais ou domésticas, neste momento, indicaram as autoridades.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de