Teste de despiste a Sanna Marin não detetou presença de drogas

O teste foi pago pela própria primeira-ministra finlandesa.

O teste de despiste ao consumo de narcóticos realizado pela primeira-ministra da Finlândia, Sanna Marin, não detetou nenhuma droga.

Após a divulgação do vídeo em que Sanna Marin participava numa festa privada, a líder do Executivo finlandês prometeu que faria um teste às drogas.

"O teste de drogas realizado a 19 de agosto de 2022 pela primeira-ministra, Sanna Marin, não detetou nenhuma droga", informou Governo da Finlândia em comunicado.

No comunicado, realça-se ainda que os custos do teste ficaram a cargo da própria chefe de Governo.

Depois da polémica, a oposição pediu um teste para provar que não consumiu drogas antes do evento. A imprensa finlandesa referiu que, nos vídeos publicados, se ouve uma alusão a cocaína. Por isso, o deputado do Partido do Centro (também parte da coligação do governo da Finlândia), Mikko Kärnä, escreveu, na rede social Twitter, que "os cidadãos devem esperar isso da sua primeira-ministra".

"Não tenho nada a esconder", explicou a finlandesa. "Dancei, cantei e celebrei, que são tudo coisas legais", acrescentou Sanna Marin, esta quinta-feira, antes de uma reunião de verão do grupo parlamentar do Partido Social-Democrata, que lidera.

Segundo Sanna Marin, os vídeos publicados nas redes sociais foram gravados há algumas semanas dentro de uma habitação privada. Agora, assume-se chateada pelos vídeos serem públicos porque era "uma noite de festa com amigos".

A primeira-ministra da Finlândia surge, no vídeo, acompanhada pelo deputado Ilmari Nurminen, também do Partido-Social Democrata, a apresentadora de televisão finlandesa Tinni Wikström, a cantora e escritora Alma e a irmã de Sanna, Anna.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de