Tiroteio em centro comercial dos EUA faz vários feridos

Meios de comunicação locais deram conta de pelo menos cinco pessoas terem sido levadas para o hospital.

Um tiroteio num centro comercial, na última noite, num subúrbio de Milwaukee, nos Estados Unidos, provocou ferimentos em várias pessoas, que não correm risco de vida, informou o presidente de Câmara da cidade.

O autarca de Wauwatosa, Dennis McBride, adiantou que um suspeito se pôs em fuga após o tiroteio no Mayfair Mall, onde testemunhas disseram à WISN-TV que tinham ouvido o que acreditam terem sido oito a 12 tiros.

O canal televisivo relatou que pelo menos cinco pessoas foram levadas do centro comercial em macas, das quais pelo menos duas estavam "sentadas de pé" e pareciam estar conscientes.

Algumas pessoas permaneceram no centro comercial enquanto a polícia procurava um suspeito. A estação de televisão entrevistou várias pessoas no exterior do centro comercial que disseram ter amigos escondidos em lojas no interior.

A empresa proprietária do centro comercial, Brookfield Properties, disse, numa declaração, que estava "desanimada e zangada" por os clientes e lojistas terem sido sujeitos a este incidente violento, recusando fazer mais comentários.

No Mayfair Mall registou-se um tiroteio em fevereiro, no qual um polícia da cidade, Joseph Mensah, disparou e matou Alvin Cole, um negro de 17 anos. A polícia argumentou que Cole estava a fugir da polícia. Mensah, que também é negro, justificou ter matado Cole por este lhe ter apontado uma arma.

Durante vários meses o centro comercial foi alvo de protestos esporádicos, na sequência do tiroteio.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de