Tiroteio junto à Casa Branca. Donald Trump retirado de conferência de imprensa

Serviços secretos interromperam o Presidente dos EUA, que foi colocado numa zona segura. O atirador foi atingido pelos seguranças.

Um atirador disparou vários tiros no exterior da Casa Branca, o que obrigou a retirar Donald Trump da sala de conferências de imprensa, onde estava a fazer o balanço diário da Covid-19 no país.

Um agente dos serviços secretos norte-americanos interrompeu o Presidente norte-americano, tendo sido encaminhado para um local seguro.

Após breves momentos, Donald Trump regressou à sala de imprensa e explicou aos jornalistas que houve um tiroteio no exterior da Casa Branca, afirmando que o atirador foi neutralizado pelos serviços secretos e levado para o hospital.

"Quero agradecer aos serviços secretos por fazerem o seu trabalho sempre rápido e muito eficaz. Houve um tiroteio e alguém foi levado para o hospital. Não sei em que estado se encontra a pessoa. Parece que foi baleada pelos agentes dos serviços secretos", disse o Presidente norte-americano.

"Eu sinto-me muito seguro com os serviços secretos. Eles são excelentes pessoas, os melhores dos melhores e mais bem treinados", acrescentou.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de