Tiroteio na Califórnia faz oito mortos e vários feridos. Suspeito morto

O atirador está morto, mas ainda não se sabe se terá sido abatido pela polícia ou se suicidou.

Oito pessoas morreram e várias ficaram feridas, esta quarta-feira, num tiroteio em San Jose, na Califórnia, avança a polícia local, citada pela AFP.

O atirador está morto, mas ainda não se sabe se terá sido abatido pela polícia ou se suicidou. As autoridades também ainda não deram detalhes sobre o tipo de arma usada no crime.

Sam Liccardo, mayor de San José, afirmou no Twitter que o tiroteio aconteceu no edifício da Autoridade de Transporte do Vale de Santa Clara (VTA), que gere os transportes públicos da região e entretanto já foi evacuado. A empresa já anunciou que os seus serviços de transporte não serão afetados.

"Um tiroteio nas instalações da VTA em Younger St deixou várias pessoas a precisar de tratamento, mas a situação está a ser avaliada. O atirador já não é uma ameaça e as instalações foram evacuadas. Vou atualizando à medida que mais informações estiverem disponíveis", escreveu Sam Liccardo no Twitter.

Pouco depois, Sam Liccardo já deixava uma mensagem para as famílias das vítimas mortais.

"Os nossos corações estão com as famílias daqueles que perdemos neste horrível tiroteio", escreveu também na rede social.

Segundo a polícia há funcionários da VTA "entre as vítimas". As autoridades dirigiram-se para o local depois de receberem alertas sobre a presença de um "atirador ativo". Ainda não se sabe se o atirador era um trabalhador da Autoridade de Transporte de Santa Clara.

A Fox 11, um órgão de comunicação social norte-americano ligado à Fox News, indicou que o tiroteio que aconteceu esta manhã nos EUA começou durante uma reunião sindical, citando a mãe de um funcionário que escapou ileso do incidente.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de