"Todos cuidamos da Ucrânia". Santo Tirso lança campanha de apoio a refugiados ucranianos

Em declarações à TSF, Alberto Costa, presidente da autarquia tirsense, afirma que a missão do concelho é "acolher" os refugiados ucranianos vítimas do conflito do país com a Rússia.

A Câmara Municipal de Santo Tirso lançou a campanha "Todos Cuidamos da Ucrânia", de apoio a refugiados ucranianos. Além da recolha de bens, o projeto também consiste no acolhimento de cidadãos da Ucrânia que cheguem na sequência do conflito do país com a Rússia.

Em declarações à TSF, Alberto Costa, presidente da autarquia tirsense, esclarece que a campanha "é um trabalho em rede com os presidentes [das 14] juntas de freguesias e com as paróquias" de Santo Tirso.

"Por um lado, fazemos a recolha de bens conforme as necessidades que nos são apontadas pela Associação de Ucranianos em Portugal", desvenda, explicando que esses bens são "concentrados num depósito central da Câmara Municipal" e, depois, "serão enviados para onde a associação nos disser que está a fazer mais falta".

Também em articulação com a Associação de Ucranianos em Portugal, o autarca da câmara do concelho portuense "está a recolher aquilo que são as necessidades de envio de refugiados para Portugal e, neste caso, para Santo Tirso".

Sobre os eventuais refugiados que cheguem à cidade, Alberto Costa deixa claro que a missão do concelho "é acolher, fazendo o diagnóstico e dando garantias de que vão ter toda a qualidade de vida necessária".

Para as crianças, refugiadas devido ao conflito entre a Ucrânia e a Rússia, a Câmara Municipal de Santo Tirso "está em articulação com o Ministério da Educação e com a DGES para, no caso das crianças, os poder integrar no nosso sistema de ensino ou até mesmo haver um acompanhamento voluntário por parte de alguns professores que possibilitem esse acolhimento", conclui.

ACOMPANHE AQUI TUDO SOBRE O CONFLITO ENTRE A RÚSSIA E A UCRÂNIA

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de