UE e EUA anunciam contrato recorde de gás. "Esta guerra é um fracasso estratégico para Putin"

Compromisso de entrega de 15 mil milhões de metros cúbicos de gás "é um passo" para independência energética face à Rússia.

Ursula von der Leyen e Joe Biden sinalizaram um acordo em que os Estados Unidos se comprometem a entregar 15 mil milhões de metros cúbicos de gás natural líquido à União Europeia, ainda este ano.

A presidente da Comissão Europeia acredita que "é um grande passo" no sentido da "redução de dependência energética face à Rússia", que "só pode ser alcançado com fornecimentos adicionais de gás, incluindo entregas de GNL".

O compromisso assumido por Joe Biden "substituirá o abastecimento de GNL que recebemos atualmente da Rússia", afirmou a presidente da Comissão Europeia, numa curta de declaração, ao lado do presidente norte-americano, a anteceder a cimeira europeia.

Para Von der Leyen trata-se de "uma mensagem poderosa para o mundo", que vinca uma "parceria transatlântica ainda mais forte, mais decidida e mais unida do que nunca".

"Estamos determinados a enfrentar a guerra brutal da Rússia" afirmou a presidente da comissão Europeia, considerando que "esta guerra será um fracasso estratégico para Putin".

"No futuro, a Europa trabalhará para garantir uma procura estável por GNL adicional dos EUA até pelo menos 2030. A nossa meta é de aproximadamente 50 mil milhões de metros cúbicos por ano", afirmou Von der Leyen.

ACOMPANHE AQUI TUDO SOBRE A GUERRA NA UCRÂNIA

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de