UE lança primeira emissão de dívida do programa SURE com procura recorde

Procura por parte dos investidores atingiu um valor recorde de 233 mil milhões de euros.

A União Europeia (UE) lançou a sua primeira emissão de dívida para financiar o programa europeu de auxílio ao desemprego (SURE), que captou 17.000 milhões de euros e teve uma procura recorde de 233.000 milhões.

"Estou muito satisfeito com o êxito da emissão das nossas obrigações sociais e com interesse avassalador", afirmou o comissário europeu para o Orçamento, Johannes Hahn, numa mensagem na rede social Twitter, salientando que este é a maior emissão de dívida "na história da UE".

A reação dos mercados foi interpretada pelo comissário, que irá falar na quarta-feira desta emissão em conferência de imprensa, como um "voto de confiança na UE como emissor e devedor".

A emissão conta com duas tranches, uma de obrigações a 10 anos, com vencimento em 2030, e outra a 20 anos, com vencimento em 2040.

A UE emitiu 10.000 milhões de euros em obrigações a 10 anos e 7.000 milhões a 20 anos.

A procura ascendeu a 145.000 milhões nos títulos a 10 anos e a 88.000 milhões nos 20 anos, o que eleva a 233.000 milhões de euros.

Segundo Kostantin Veit, gestor sénior da carteira de Pimco, uma das maiores gestoras do mundo, trata-se de "uma procura recorde por parte da comunidade investidora mundial".

Na sua opinião, citada pela Efe, trata-se de "um forte começo" para aquele que será "a quinta maior emissão da zona euro durante a próxima década".

Na mesma linha, o analista Peter Allen Goves, da MFS Investment Management, qualificou a procura de "excecional".

O instrumento de apoio temporário para atenuar os riscos de desemprego numa situação de emergência (SURE), que irá mobilizar até 100.000 milhões de euros, permitará conceder empréstimos em condições vantajosas aos países da UE para que possam financiar medidas de apoio ao emprego,

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de