UE "rejeita e condena anexação ilegal" pela Rússia de quatro regiões da Ucrânia

Líderes da União Europeia acusam Moscovo de pôr "a segurança mundial em perigo".

Os dirigentes dos países da União Europeia "rejeitam e condenam a anexação ilegal" pela Rússia de quatro regiões ucranianas, indicaram esta sexta-feira os Estados-membros numa declaração, acusando Moscovo de pôr "a segurança mundial em perigo".

"Não reconhecemos e nunca reconheceremos os referendos ilegais que a Rússia realizou como pretexto para esta nova violação da independência, da soberania e da integridade territorial da Ucrânia, nem os seus resultados falsificados e ilegais. Nunca reconheceremos esta anexação ilegal", lê-se na declaração.

As quatro regiões ucranianas em causa - Kherson, Zaporijia, Donetsk e Lugansk - representam cerca de 15 por cento do território da Ucrânia.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de