Uma semana para discutir o multilateralismo

O Observatório das Relações Exteriores da Universidade Autónoma de Lisboa - Observare, realiza o 4º congresso. O diretor Luís Tomé esteve na Tarde TSF.

O diretor do Observare quer que o congresso que acontece esta semana, em Lisboa, não se limite a discutir o multilateralismo, mas que desenvolva ideias novas.

Luís Tomé, quer que seja um debate vivo, aproveitando a qualidade dos participantes.

São convidados, a reitora do Colégio da Europa e antiga alta comissária para a política externa, Federica Mogherini, o diretor da Organização Internacional para as Migrações, António Vitorino, ou Parfait Onanga-Anyanga, o enviado especial das Nações Unidas para o Corno de África, entre muitos outros diplomatas, académicos e investigadores.

O diretor do Observare considera que os últimos anos mostraram quão errados estão os que atacaram o multilateralismo, como fórmula de resolver os temas que afetam o mundo.

Um problema que não foi criado pela administração Trump, e que já vinha de trás.

No congresso do Observare, há ainda espaço para distinguir o Instituto de Defesa Nacional, e António Guterres, o secretário-geral das Nações Unidas.

Pode conhecer o programa da conferência aqui.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de